Escola de Pilotos de Parapente

Para poderes voar de forma legal e segura a legislação portuguesa prevê a necessidade de formação em Escola.

O treino do piloto é feito pela Escola de Vôo Parapente. Com uma longa carreira de treino de pilotos, você sabe que pode confiar na nossa experiência. Temos todo o equipamento que você pode precisar ao longo da evolução como aluno ou piloto.

Certificada pela Federação Portuguesa de Voo Livre (FPVL)

 

Temos mais de 20 anos de experiência em parapente e mais de 15 anos de treinamento na carreira Pilotos do iniciante ao mais alto nível de parapente

Contribuindo para difundir o desporto de Parapente em Portugal com centenas de pilotos bem sucedidos.

Nos últimos tempos, investimos em aulas e certificações para estudantes estrangeiros de parapente.

Tornamos o aprendizado de parapente divertido e o mais seguro possível.

Reserve suas aulas particulares para qualquer nível de proficiência.

Do iniciante ao Piloto avançado, Se gostaria de aprender a praticar parapente venha treinar na mais popular Escola de Parapente em Portugal.

Aulas são dadas em nossos sites de treino aqui nas belas praias não muito longe de Lisboa.

Aqui podemos ajudá-lo a progredir nas suas habilidades e técnicas de vôo

 

Para formalizar seu registro, você terá que preencher os seguintes requisitos:

– Ter mais de 15 anos
– Idade menor que 65 anos
– Não ser portador de nenhuma doença infecciosa ou contagiosa.

– Preencher o formulário Mod 03 FPVL (licença de aprendizagem e respetivo seguro) 120 €
– Certificado médico
– Cópia do cartão de identificação +3 fotos.

O registro e a conclusão de toda a documentação, bem como o certificado  médico-desportivo, devem ser anteriores à data de início do curso.

Todo este processo deve ser cumprido para ativar a licença de aprendizagem, seguro de acidentes pessoais e responsabilidade civil.

 

Para quaisquer outras questões que considere pertinentes, por favor contacte-nos por email: info@parapenteportugal.com ou clique no botão e preencha o nosso Formulário de Contacto.

Descrição do curso de Parapente

1ª Fase – Iniciação 

– Manobras no solo
– Voo baixo
– Voos de desníveis superiores
  Duração: 
5 a 7 dias -10 a 15 voos
  Aulas teóricas : 
– Nomenclatura da asa de parapente.
– Nomenclatura dos seus acessórios.
– Conhecimentos básicos de
aerodinâmica e  aerologia.
– Segurança em parapente.
– Aerologia local.

Aulas Práticas : 
– Técnica do inflado de frente e de reverso.
– Descolagem em “pendente escola”.
– Técnicas de aterragem.
– Aprender a construir um plano de voo
– Voos planados directos de desníveis superiores

2ª Fase – Adaptação

– Voos de desníveis superiores
– Voo em ascendente dinâmica
– Piloto autónomo
  Duração: 
7 a 10 dias – 15 a 20 voos
Aulas teóricas: 
– Aerodinâmica
– Legislação e regras do ar.
– Meteorologia.
– Primeiros socorros.
– Manobras de emergência
– incidentes de voo.
  Aulas práticas: 
– Adquirir autonomia de voo.
– Iniciação ao voo de ascendente dinâmica.
– Voos de longa duração em ascendente
dinâmica.
– Técnica de “top landing”.
– Técnicas de descida de emergência.

Equipamento utilizado na Prática do parapente

  • Botas de voo: Tratam-se de botas com proteção para a articulação Tiitio-Tarsica. São usadas a fim de evitar que o piloto possa, por exemplo, torcer um tornozelo durante a aterragem.
  • Capacete: É usado a fim de garantir a segurança do Piloto, em caso de uma queda mais brusca e inesperada afastamento durante os procedimentos de descolagem e aterragem em condições de maior dificuldade, Dessa forma, é afastada deforma significativa a possibilidade de um agressão ao nível da sua cabeça.
  • GPS: É um instrumento usado pelo piloto e informa-o sobre a altura e a velocidade em que ele se desloca, bem como as coordenadas dos pontos por onde ele passa.
  • Óculos de sol: É usado a fim de garantir a integridade da visão do competidor, protegendo seus olhos contra a exposição excessiva a raios ultravioleta.
  • Paraquedas/Reserva: É usado numa situação de emergência em caso de uma falha de controlo voluntária ou involuntária, a fim de evitar que o piloto possa colocar sua integridade em risco.
  • Variômetro: É um instrumento que é utilizado pelo piloto para informar a presença de massas de ar ascendentes ou descendentes, facilitando seu controle sobre o voo. Este instrumento pode ser encontrado no mercado de forma autónoma ou integrada num sistema de navegação complementar como por exemplo um GPS.